Muquém Em Foco Notícias
Esporte

Antes desacreditados, Athletico e Bragantino decidem Sul-Americana

Paranaenses tentam repetir o título conquistado em 2018, enquanto os rivais pretendem alcançar a glória pela primeira vez

Publicada em 20/11/21 às 10:43h - 65 visualizações

por R7


Compartilhe
Compartilhar a notícia Antes desacreditados, Athletico e Bragantino decidem Sul-Americana  Compartilhar a notícia Antes desacreditados, Athletico e Bragantino decidem Sul-Americana  Compartilhar a notícia Antes desacreditados, Athletico e Bragantino decidem Sul-Americana

Link da Notícia:

Antes desacreditados, Athletico e Bragantino decidem Sul-Americana

Os holofotes focavam outras equipes enquanto Athletico Paranaense e Red Bull Bragantino despachavam silenciosamente times mais tradicionais do continente. Agora, neste sábado (20), em Montevidéu, um dos dois surpreendentes finalistas brasileiros ficará com a Copa Sul-Americana.

A folha de pagamento e a tradição dos principais adversários ao longo desta edição do torneio continental viraram pó diante da regularidade e solidez do Furacão e do Massa Bruta, as duas equipes com as melhores pontuações nesta Sul-Americana (30 e 28 unidades em 12 jogos). 


O lendário Estádio Centenário receberá a primeira final brasileira da Sul-Americana, que será disputada a partir das 17h (horário de Brasília), na qual a equipe paranaense tenta repetir o título conquistado em 2018, enquanto seu rival pretende alcançar uma grande glória pela primeira vez em sua curta história.

O Athletico Paranaense tem pela frente a oportunidade de se tornar o primeiro bicampeão da Sul-Americana. Cinco remanescentes da campanha de 2018 - o goleiro Santos, os zagueiros Thiago Heleno, Zé Ivaldo e Márcio Azevedo, e o meia Nikão - estarão em campo novamente, agora sob a liderança do técnico Alberto Valentim. 

O ex-jogador de 46 anos estreia na competição justamente na final, depois de ter assumido a função em outubro, após a saída do português Antonio Oliveira, que ocupou o cargo até as quartas de final. O veterano Paulo Autuori pegou o comando na semifinal com o objetivo de levar o Furacão para a decisiva partida na capital uruguaia. 

Sob orientação de Oliveira e Autuori, arquitetos de um time jovem e sem grandes nomes, apoiado na chegada do atacante uruguaio David Terans, o time de Curitiba eliminarou os poderosos América de Cali (Colômbia), Liga de Quito (Equador) e Peñarol (Uruguai). 

“A nossa força passa muito pela vontade, pela determinação, por nunca desistir. Mesmo que a outra equipe tenha mais qualidade ou mais investimento, para nos vencer terá de suar sangue”, disse Nikão.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (77)9850-5963

Visitas: 19972
Usuários Online: 33
Copyright (c) 2022 - Muquém Em Foco Notícias - Muquém Em Foco Notícias 2021. Todos os direitos reservados.